Jantando no Alma Chef em BH!

Gastronomia por Nanda
24/jan
2017

Eu adoro aproveitar viagens para ticar points gastronômicos da minha listinha hehe. Nessa última viagem para Belo Horizonte aproveitei para conhecer um que desejava há tempos: Alma Chef.

Lançado em 2006 pelo chefs Felipe Rameh (DOM e Trindade) e Thiago Guerra (Merlin), finalmente entendi o nome do lugar. De fato, tem alma! E uma cheia de personalidade. O lugar reúne restaurante (com ambientes interno e externo), empório (com uma seleção ótima de ingredientes, utensílios e até livros), adega, sala para eventos (totalmente automatizada e multimídia), varanda (reservada para confrarias) e bancada cook show (onde rolam aulas de gastronomia com os chefs acompanhadas de degustação e harmonização).

Aproveitamos a noite de sexta para jantarmos lá com direito à luz de velas no ambiente externo. Escolhi linguine com burro, sálvia e grana padano e o Eelke escolheu tajine com couscous. A comida estava uma delícia e bem farta.

Até que eu vi através da janela do segundo andar um aligot sendo servido numa outra mesa. Perguntei para o garçom super despretensiosamente se aquilo era mesmo aligot, que eu adorava, que foi uma pena eu não ter notado essa opção no menu e que ficava para uma próxima vez… Daí imagina a minha surpresa quando logo em seguida ele veio me servir um prato de aligot. Muita felicidade!

Para acompanhar, pedimos um vinho tinto francês que foi mais uma aposta bem-humorada pelo nome, do que propriamente uma escolha conceitual, chamado No Sex for Butterfly haha O exótico nome se refere a uma estratégia de cultivo da uva na qual são utilizados feromônios para impedir que as borboletas se reproduzam, evitando assim que a larva ataque a parreira. Curioso, não?!

Mas o grand finale ficou por conta de um gesto de extrema delicadeza do chef Felipe Rameh que nos presenteou com duas sobremesas que beiram a obra de arte. A minha foi chocolate, chocolate e chocolate que, como o nome sugere, é um passeio por texturas e sabores desse ingrediente através de nibes de cacau, brownie, telha de cacau, sorvete de chocolate amargo e ganache com toques de páprica picante, flor de sal e rúcula selvagem. Eelke ironicamente ficou com o black strawberry cheesecake, pois ele não costuma comer nada com queijo, porém comeu tudinho de tão bom que estava (palavras dele).

Após o jantar o Felipe ainda nos guiou pelos espaços do Alma Chef e explicou que, dependendo do dia e do horário, o restaurante funciona de diferentes formas:

CHEF SERVICE
Almoço de segunda à sexta no qual você pode escolher uma opção de carne com buffet de acompanhamentos e saladas.

COZINHA DE JARDIM
Almoço sábado e domingo com paella (polvo, camarão ou frutos do mar) e carnes de parrilla com buffet de acompanhamentos.

JANTAR
Menu enxuto que muda semanalmente com opções sazonais, contemporâneas e criativas.

Depois dessa seleção deliciosa de pratos e um atendimento extremamente atencioso e delicado (parabéns para todos da equipe!), já bateu aquela vontade de voltar enquanto escrevo esse post! Guardo aqui uma deliciosa lembrança de uma noite muito especial!

ALMA CHEF
Rua Curitiba, 2081
Lourdes – Belo Horizonte – Minas Gerais
(31) 2551-5950

Posts Relacionados:

Deixe o seu comentário:

*obrigatório